★ Home & Health ★ Reabilitação

Janeiro 29 2012

Muitas são as possibilidades quando falamos em eletroterapia, graças a alta gama de estudos desenvolvidos na área, tornando uma vantagem para o paciente e recurso para o fisioterapeuta.
A microcorrente vem sendo cada vez mais utilizada para diversas patologias, com vantagens superiores quando pensamos em terapias minimamente invasivas e menos sensorial do que outras correntes terapêuticas.
Desenvolvida em 1982 através dos conceitos de Cheng, conhecida como Microcurrent Eletrical Neuromuscular Stimulation (MENS), a técnica é realizada por estímulos elétricos sutis e subsensoriais, captados ao nível celular, atuando sobre a epiderme, derme, hipoderme e músculos.
Sua corrente é medida em microamperes (mA).


EFEITOS FISIOLÓGICOS:
• Aumento das funções de permeabilidade seletiva, transporte ativo e passivo, osmose, difusão, endocitose, exocitose pelas membranas celulares, favorecendo a ativação do metabolismo celular;
• Aumento em até 500% da produção de ATP utilizando-se intensidades entre 50 e 1000 mA.
• Aumento do nº de fibroblastos com melhoria na reorganização de fibras colágenas, reticulares e elásticas dentro dos tecidos;
• Aumento da síntese de proteínas;
• Aumento de 30 a 40% no transporte de aminoácidos;
• Melhoria da captação de oxigênio local;
• Aumento das trocas iônicas;
• Melhoria do tônus muscular;
• Intensificação da circulação sangüínea e linfática nos plexos vasculares dérmicos superficiais e profundos;
• Redução do nº de microorganismos patogênicos com conseqüente redução do processo infeccioso;
• Aumento da velocidade de síntese dos tecidos de reparo na cicatrização;
• Melhoria da qualidade do tecido cicatricial produzido em queimaduras e demais lesões cutâneas.

 

 

INDICAÇÕES

• Dor aguda e crônica;
• Inflamação - edema;
• Sinovite;
• Disfunções músculo-esqueléticas;
• Síndrome pré-menstrual;
• Lesões esportivas - luxações, estiramentos e contusões;
• Condições artríticas - Osteoartríte (OA);
• Lombociatalgia;
• Relaxamento Muscular;
• Disfunções têmporo-mandibulares (DTMs);
• Fibromialgia (FMS);
• Fáscite plantar;
• Cotovelo de tenista;
• Síndrome do túnel do carpo (STC);
• Fraturas – Calcificação óssea;
• Cicatrização de feridas – Úlceras isquêmicas;
• Pós Operatórios;
• Recuperação de Queimaduras;
• Protocolos de acne vulgar;
• Drenagem linfática facial;
• Desintoxicação tecidual;
• Combate à flacidez muscular;
• Controle do fotoenvelhecimento;
• Combate à involução cutânea precoce.


CONTRA-INDICAÇÕES
• Cardíacos portadores de marca-passo ou cardiopatias congestivas;
• Uso de prótese metálica;
• Portadores de neoplasia;
• Patologias circulatórias tipo flebite, trombose;
• Renais crônicos;
• Gestantes em qualquer idade gestacional;
• Processos inflamatórios e infecciosos;
• Sobre a pele anestésica (sem sensibilidade);
• Epilepsia ou patologias neurológicas que contra indiquem aplicação de corrente elétrica.


FONTES:
Almeida, J. F. de. Microcorrentes. Disponível em: http://www.belezain.com.br/estetica/microcorrentes.asp.
Inácio, R. M. Eletroterapia na estética facial: Microcorrentes. Disponível em: http://www.webartigos.com/artigos/eletroterapia-na-estetica-facial-microcorrentes/16638/.
Gonzalez, L. Micro Corrente: A onda do Futuro. Disponível em: http://www.profala.com/artfisio64.htm

 

 

Talita Castelani

Coordenadora Geral

Equipe Home & Health Reabilitação

publicado por Equipe Home and Health Reabilitação às 15:56

Blog destinado a profissionais e pacientes, com dicas e propostas de tratamentos com base teórico-científico. Deixe sua dúvida ou sugestão. VISITEM AS NOVAS PÁGINAS NAS CATEGORIAS ABAIXO.
CATEGORIAS HOME & HEALTH:
Fisio Respiratória
Fisio em Cardiologia
mais sobre mim
SIGA-ME:
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

30
31


pesquisar
 
FAN PAGE:
Visitantes:
hospedagem
blogs SAPO