★ Home & Health ★ Reabilitação

Março 24 2011

Finalmente a última parte sobre mobilização Neural.

 

Se você já entendeu como são realizados os testes, essa parte vai ficar bem fácil.

 

Aliás, mobilização neural é uma coisa bem complexa, existem especializações só para isso.

 

Existem várias formas, vários conceitos.

 

Primeiramente, os movimentos tem de ser ritmicos e com a mesma intensidade.

 

Na verdade, os exercicios são como os testes, NESSE CASO.

 

Para a região cervical: para mobilizar os n. que foram testados são realizados os mesmos movimentos, porém com repetições, de forma ritmica, até que haja alívio das dores. Para dificultar, basta inclinar a cabeça do paciente para o lado contrário, para facilitar, inclinamos a cabeça para o lado que está sendo feita a mobilização. As movimentações da cabeça e do membro superior podem ser combinados. Exemplo: enquanto realizamos o movimento de flexão de punho com ombro abduzido em 90º e extensão de cotovelo (para nervo mediano) pedimos para que o paciente incline a cabeça para o lado contrário ao que está sendo mobilizado, e quando for extensão de punho, pedimos para inclinar para o lado que está sendo mobilizamos, e então realizamos movimentos ritmicos até melhora da dor.

Começamos com o mais fácil, depois seguimos para o mais dificil, de acordo com cada paciente, conforme a melhora da dor, vamos aumentando a dificuldade.

 

 

Para a região lombar: geralmente a mobilização é realizada como o teste de Lasègue. Com o paciente sentado, com a região da coxa totalmente apoiada, então o paciente realiza uma extensão de joelho. Para a mobilização o terapeuta realizará uma planti e dorsi flexão ritmica. Para facilitar a movimentação (em casos mais graves), pedimos para que o paciente realize uma extensão cervical quando realizamos uma dorsi flexão, e uma flexão cervical quando realizamos uma planti flexão.

 

 

Os movimentos podem ser feitos em conjunto entre membro e cabeça, ou então somente com a movimentação do membro, com a cabeça estática, facilitando ou dificultando o movimento.

Para entender bem essa técnica, temos que pensar em todo o trajeto do nervo, desde a sua raiz.

Quando o nervo é colocado em tensão ("esticado") e houver compressão, vai ocorrer dor.

 

A técnica compreende em mobilizar o nervo que está sendo comprimido, no canal neural, para que haja uma acomodação do nervo, em uma região que não haja tanta pressão sobre esse nervo.

 

Existem vários vídeos no youtube, mas para quem gostou da técnica vale investir, pois os disturbios da coluna estão cada vez mais frequentes, até mesmo em crianças, e são poucos os profissionais que conhecem essa técnica.

Esses posts foram para dar uma visão geral da técnica.

Realmente o resultado é ótimo! E já conseguimos em uma sessão uma grande melhora do quadro clinico.

 

Para quem tiver alguma dúvida deixe email que entraremos em contato!

 

Agradeço a todos os colaboradores do blog.

 


Talita Castelani

Coordenadora Geral

Equipe Home & Health Reabilitação

 

 

publicado por Equipe Home and Health Reabilitação às 22:59

Blog destinado a profissionais e pacientes, com dicas e propostas de tratamentos com base teórico-científico. Deixe sua dúvida ou sugestão. VISITEM AS NOVAS PÁGINAS NAS CATEGORIAS ABAIXO.
CATEGORIAS HOME & HEALTH:
Fisio Respiratória
Fisio em Cardiologia
mais sobre mim
SIGA-ME:
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

22
23
26

27
28
30
31


pesquisar
 
FAN PAGE:
Visitantes:
hospedagem
blogs SAPO