★ Home & Health ★ Reabilitação

Julho 08 2011

O torcicolo congênito é uma síndrome caracterizada pela posição viciosa da cabeça, ou seja, desvio contra lateral da cabeça, e aparecimento progressivo de assimetrias facial e craniana.

 

É decorrente da ruptura e fibrose do músculo esternocleidomastóideo ocorridas intra-útero ou durante o parto.

 

Sua incidência é de 0,4% na população mundial. É mais freqüente nos partos de apresentação pélvica (20%).

 

Esta doença pode apresentar-se sob duas formas:

 

A) Tumor cervical: é a forma mais freqüente. Localiza-se na porção média do músculo esternocleidomastóideo, de forma fusiforme medindo 1 a 2 cm de diâmetro, superfície lisa, consistência dura, na intimidade do músculo, sensível à palpação, não aderido à pele, com bordas lateral e medial bem-definidas, porém com as bordas superior e inferior imprecisas.

 

B) Fibrose do músculo esternocleidomastóideo: costuma aparecer entre a 2ª e 8ªsemanas de vida. Ocorre o desvio da cabeça do neonato, porém sem a presença do tumor muscular. As assimetrias facial e craniana são de aparecimento progressivo e costumam ser definitivas após 12 meses de vida.

 

Efeitos secundários:

- Plagiocefalia (cabeça torcida, oblíqua e assimétrica);

- Desvio fixo da cabeça por fibrose muscular;

- Hemi-hipoplasia da face;

- Atrofia do músculo trapézio;

- Escoliose compensadora.

 

Diagnóstico Diferencial:

- Torcicolo postural;

- Torcicolo por hemivértebra cervical;

- Torcicolo ocular (estrabismo);

- Torcicolo por incoordenação neuromuscular;

- Torcicolo por linfadenite cervical.

Importante: investigar sempre os demais tipos de torcicolo quando não houver, no exame físico, tumor ou fibrose de esternocleidomastóideo.

 

Tratamento:

 

A) Clínico:

  • Estimulação luminosa, alimentar, afetiva pelo lado em que existe dificuldade de rotação da cabeça;
  • Fisioterapia: manobramento-acrômio, ou seja, movimentos de rotação passiva da cabeça com o tronco fixo, efetuado pelos pais, três vezes ao dia, durante 5-10 minutos, comprévia massagem do músculo com pomada heparinóide (Mobilat, Hirudoid);
  • Decúbito lateral alternado diariamente da criança no berço, para tanto há necessidade do uso de espumas que são utilizadas para a contensão do bebê;
  • Controle clínico mensal: - Fotos do tronco e cabeça da criança, com posição fixa da cabeça, para tomada de medidas da face. Existe regressão completa das alterações em mais de 80% dos casos tratados dentro do 1º ano de vida.

B) Cirúrgico:

Indicado após o diagnóstico da falência do tratamento clínico, ou em crianças maiores de 1 ano e com o diagnóstico da doença. A técnica visa à secção do músculo esternocleidomastóideo junto aos dois pontos de inserção (clavicular e esternal). Está indicada a colocação de colete de gesso no pós-operatório em crianças maiores de 2 anos por 5 a 6 semanas. Deve-se manter fisioterapia no pós-operatório.

 

PROF. DR. RONALDO ABREU

- professor da FISA/Funcesi (cursos de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Nutrição) – Itabira;

- professor da Faculdade de Medicina da UNINCOR – BH.

 

Talita Castelani

Coordenadora Geral

Equipe Home & Health Reabilitação

publicado por Equipe Home and Health Reabilitação às 03:31

Blog destinado a profissionais e pacientes, com dicas e propostas de tratamentos com base teórico-científico. Deixe sua dúvida ou sugestão. VISITEM AS NOVAS PÁGINAS NAS CATEGORIAS ABAIXO.
CATEGORIAS HOME & HEALTH:
Fisio Respiratória
Fisio em Cardiologia
mais sobre mim
SIGA-ME:
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
FAN PAGE:
Visitantes:
hospedagem
blogs SAPO